Aziz Ab’Saber recebe homenagem especial na abertura da 62ª Reunião Anual da SBPC

Posted on Julho 27, 2010

0


Tamara Costa, de Natal, para o Gestão C&T online

O cientista Aziz Nacib Ab’Saber foi o homenageado especial da 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Geógrafo de importância internacional, autor de mais de 300 trabalhos acadêmicos, foi vencedor dos prêmios Cientista, Almirante Álvaro Alberto (CNPq), Jabuti, entre outros. O professor recebeu, durante a solenidade de abertura, uma placa de honra ao mérito, entregue por Marco Antonio Raupp, presidente da SBPC.

A trajetória científica de Aziz foi narrada pela doutora Rute Andrade, secretária da SBPC e pesquisadora do Instituto Butantã. De acordo com ela, os estudos realizados pelo pesquisador nas áreas de geomorfologia, biogeografia e ecologia urbana são considerados essenciais para subsidiar estratégias para a proteção dos biomas e da biodiversidade brasileira.

“Azis nos agraciou com diversos livros sobre nossos biomas e sobre os impactos da urbanização, hoje tão em falta em tempos de mudanças climáticas. Atuou de maneira singular em defesa da disseminação da cultura e da ciência para todos”, lembrou Andrade.

Para o cientista, as pessoas precisam entender o que é cultura, para depois compreender o que é ciência. “A cultura é um conjunto de valores do homem, algo que vem sendo conquistado desde a pré-história até a contemporaneidade. A pesquisa agrega conhecimento à cultura, alimenta a ciência e acelera os processos evolutivos da sociedade”, teria afirmado Ab’Saber em entrevista a Drauzio Varela, citada durante a homenagem.

Ab’Saber foi presidente da SBPC (1993-1995) e do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo (Condefat). É professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Hoje atua no Instituto de Estudos Avançados da USP, no Núcleo José Reis de Divulgação Científica, entre outros.

Outras homenagens
Também receberam placas alusivas os já falecidos Luís da Câmara Cassudo, antropólogo e folclorista potiguar e o físico Oscar Sala, ex-diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Na ocasião, também foi entregue o Prêmio José Reis de Divulgação Científica ao professor-titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Roberto Lent.

Também foram aplaudidos de pé os estudantes premiados na Feira de Ciências Icep Intel, que aconteceu em Standford, na Califórnia, neste ano. “Nós tivemos 19 prêmios e ficamos em terceiro lugar, logo após a China”, noticiou Aldo Maravasi, secretário-geral da SBPC.