Hran atende pacientes com câncer de boca

Posted on Março 29, 2010

0


A Secretaria de Saúde do Distrito Federal estima que 150 novos casos de câncer de boca sejam notificados, este ano, no DF. Apenas o Serviço de Odontologia do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) já atendeu de janeiro a julho de 2008, cerca de 30 novos casos. Um crescimento de 10% relacionado ao mesmo período de 2007.

Noventa por cento dos cânceres de boca se desenvolvem em fumantes, na faixa etária entre 50 e 65 anos. Os homens são maioria nesse caso, mas o número de mulheres tem crescido nos últimos anos, segundo o odontólogo e estomatologista , Eliziário César Leitão. A possibilidade de câncer de boca para quem bebe e fuma aumenta em até 15 vezes.

Prevenção para câncer de boca também pode ser realizada, enfatizou Eliziário. É necessário contactar o dentista nos casos de feridas na boca, manchas brancas ou vermelhas na mucosa bucal (língua, assoalho e céu da boca, bochecha).

O Hran oferece o serviço de estomatologia, especialidade de diagnose, tratamento e prevenção em doenças da boca, entre as quais, cisto e tumores. O atendimento poderá ser feito às segundas e quartas-feiras pela manhã, a partir das 8h. O paciente não precisa marcar consulta. O resultado dos exames de biópsia para constatar se a ferida é maligna ou benigna sai em aproximadamente 72h.

Equipamentos

A Secretaria de Saúde do DF recebeu, nesta segunda-feira (21), equipamentos para o tratamento oncológico na rede pública de saúde. Os hospitais Regionais de Sobradinho e Taguatinga foram beneficiados com mamógrafos equipados com acessórios que permitirão a realização de biópsias de mama, além das mamografias.

Os hospitais de Ceilândia e Gama também receberam novos equipamentos de ecografia com doppler e kit de biópsia com a finalidade de realizar o diagnóstico de câncer de próstata. A gerente de Câncer da Diretoria de Assistência Especializada (Diase), Elza Pastor Martinez, esclareceu que o momógrafo existente no Hospital Regional de Sobradinho será instalado no Hospital Regional de Planaltina.

Os Hospitais Gerais de Alta Complexidade em Oncologia são: Hospital Regional do Gama, Taguatinga, Ceilândia, Sobradinho e Asa Norte. Com essa habilitação estarão aptos a realizar aproximadamente 300 cirurgias oncológicas por ano, nas áreas de mastologia, ginecologia, urologia, coloproctologia (especialidade médica que estuda as doenças do intestino grosso, do reto e ânus), cirurgia geral e dermatologia.

*Publicado em 24/07/2008

Posted in: CIDADES